Ir al contenido

Colômbia é um paraíso para a observação de aves. Seja como atividade científica ou simplesmente experimental. É um lugar surpreendente.

Helge Vjoorlo

Sueco

Encuesta

Você utiliza aplicativos para dispositivos móveis com informação sobre destino quando viaja para Colômbia ou outros países?

Resultados
interna_que_hacer_avistamiento_de_aves.jpg

Estás en:

Inicio > Turista internacional > O que fazer? > Natureza > Observação de aves > Observação de aves nos Cordilheira Oriental dos Andes

Observação de aves na Cordilheira Oriental dos Andes

Shining Sunbeam (Aglaeactis cupripennis)

Shining Sunbeam (Aglaeactis cupripennis)

A Cordilheira Oriental dos Andes da Colômbia é a mais longa, estendendo-se inclusive até a Venezuela. Encontra-se dentro dos departamentos de Huila, Tolima, Cundinamarca, Boyacá, Santander, Norte de Santander e Cesar e, inclusive, um pouco no sul da Guajira/ e ao ocidente de Putumayo, Caquetá, Meta, Casanare e Arauca.

Esta cordilheira limita ao Este com os Planos Orientais, ao Oeste com o Vale do Magdalena, ao Sul com o Maciço Colombiano e ao Norte com as terras baixas do Caribe e o Golfo de Maracaibo em Venezuela.

Aves livres em magníficos palcos naturais.

Como sucede com as outras cordilheiras nos Andes de Colômbia, os habitats de maior presença nestas montanhas são bosque úmido pré-montanhosos e montanhosos e páramos e as precipitações não são mais de 2.000 milímetros de chuvas anuais.

A capital da Colômbia e outras grandes cidades se encontram nesta cordilheira, perturbando fortemente a paisagem. Inclusive assim, áreas muito virgens existem sobretudo na vertente oriental. Quase 15 áreas protegidas nacionais e mais de 20 AICAs brindam proteção aos ecossistemas desta cordilheira.

Observação de aves na Cordilheira Oriental dos Andes

Espécie nativa Chesnut-bellied Hummingbird (Amazilia castaneiventris) /Fotografia: Oswaldo Cortês

Espécie nativa Chesnut-bellied Hummingbird (Amazilia castaneiventris) /Fot. Oswaldo Cortês/

Com uma diversidade acima das 800 espécies de aves, os andes colombianos foram categorizados como uma das zonas mais ricas e diversas do planeta dentro do Biodiversity Hotspot chamado Tropical Andes.

A Cordilheira Oriental oferece ao longo de suas montanhas um pouco mais de 50 espécies de aves únicas e interessantes. Várias áreas são muito atraentes para a observação de aves:

Bogotá e seus arredores, por exemplo, são uma muito boa opção para ver aves típicas dentro da cidade mesma como a polla de água Bogotá Rail (Rallus semiplumbeus), o hojarasquero Silvery-throated Spinetail (Synallaxis subpudica e o cucarachero Apolinar's Wren (Cistothorus apolinari) bem como muitas outras quase típicas e/ou ameaçadas.

A umas poucas horas de Bogotá, a região de Soatá oferece também uma grande quantidade de pássaros nativos como o mochilero Mountain Grackle (Macroagelaius subalaris), o colibri Chesnut-bellied Hummingbird (Amazilia castaneiventris), o atrapamoscas Apical Flycatcher (Myiarchus apicalis) e o cucarachero Niceforo's Wren (Thryothorus nicefori).

Band-tailed Seedeater (Catamenia analis) /Fotografía: Juan David Ramírez

Band-tailed Seedeater (Catamenia analis) /Fot. Juan David Ramírez/

Outras espécies nativas ou quase nativas súper interessantes como o colibri Black Inca (Coeligena prunellei) e o Recurve-billed Bushbird (Clytoctantes alixii) e a única ave extinta confirmada em Colômbia, o zambullidor Colombian Grebe (Podiceps andinus), pertencem também a esta cordilheira.

A observação de aves dentro e em cercanias a Bogotá é de muito fácil logística. Visitar outras áreas mais ao norte requer um pouco mais de viagem por carreteira.

Descargas:

Contato

Proexport Colombia
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Colombia | Marca País Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica Proexport Colombia