Ir al contenido

Ter a famosa Balsa Muisca em todo o seu esplendor a uns quantos centímetros e poder vê-la, te transportará à mítica lagoa do El Dorado.

Edgar Chapa

Mexicano

Encuesta

Você utiliza aplicativos para dispositivos móveis com informação sobre destino quando viaja para Colômbia ou outros países?

Resultados

Balsa Muisca: Símbolo do El Dorado

Balsa Muisca no Museu do Ouro em Bogotá

Balsa Muisca no Museu do Ouro em Bogotá

O ouro como metal sagrado, receptor da energia do Sol, estrela que dá vida e a fonte de fertilidade na cosmogonia das sociedades precolombianas encarnava um profundo significado. Os objetos de ouro não foram considerados símbolos de riqueza material. Sublinhavam o prestígio e serviam como oferendas religiosas.

Balsa Muisca

Esta maravilhosa peça, o melhor exemplo de uma figura votiva (oferenda), tem de comprido 19,5 centímetros, 10,1 de largo e 10,2 de alto. A peça foi elaborada no período tardio da cultura Muisca, entre 1200 e 1500 depois de Cristo.

A Balsa Muisca foi fundida numa só peça, mediante a técnica da cera perdida num molde de argila. O metal é ouro de alta qualidade (mais de 80%) com prata nativa e cobre em liga de metais.

No centro da peça se encontra um personagem de grande importância e tamanho marcante que se interpreta como o cacique. A figura central está rodeada por outros doze personagens menores.

Alguns têm bastões, os da frente levam duas máscaras de jaguar e maracas de chamán em suas mãos e nos muito pequenos, que estão à beira da balsa, pode reconhecer-se aos remadores.

Descoberta da Balsa Muisca

A Balsa Muisca foi achada numa gruta, no município de artesãos Pasca, ao sul de Bogotá, em 1856 por três camponeses, entre outros numerosos objetos de ouro. Encontrava-se dentro de um recipiente cerâmico que tinha a forma de um chamán sentado em posição de pensar, com a mão no queixo.

Quando em Pasca correu o rumor do achado, o pároco do lugar, compreendeu imediatamente sua importância como patrimônio e empreendeu a defesa da exportação ilegal e da fundição.

 

Balsa Muisca no Museu do Ouro em Bogotá

Balsa Muisca no Museu do Ouro em Bogotá

Balsa Muisca no Museu do Ouro em BogotáA Balsa Muisca foi adquirida pelo Museu do Ouro e desde então se encontra exposta em sua sede de Bogotá.

A visita no museu culmina com um ato ritual que translada aos visitantes aos tempos aos tempos do lendário El Dorado.

A peça mais lendária do museu nunca saiu do país, nem sequer numa das quase 200 exposições temporárias com as que o museu dá a conhecer o patrimônio colombiano ante os olhos maravillados do mundo.

Lenda do El Dorado

A lenda está relacionada com a nomeação do novo cacique associado com o senhor de Guatavita (não obstante, a balsa não se encontrou em Guatavita) e a famosa cerimônia do El Dorado. De acordo com os relatos dos cronistas, quando morria o cacique Muisca, seu sobrinho era reconhecido por seu povo numa cerimônia que incluía a navegação numa balsa e a oferenda de peças de ouro e esmeraldas que se jogavam na lagoa.

Na balsa se sentavam também os principais chefes enfeitados com plumas, coroas, braceletes, colares, brincos de ouro e cada um levava sua oferenda. Antes de tomar posse, o jovem ficava fechado numa gruta. No dia da cerimônia, à beira da lagoa se colocavam quatro braseiros acendidos, nos quais se queimavam: moque (incenso indígena), resinas e outros perfumes para que a fumaça que saía, ocultasse a luz do dia. Ao mesmo tempo, os sacerdotes desvestiam ao cacique, lhe ungiam com uma massa pegajosa de terra misturada com ouro em pó. Mais adiante, o cacique subia a uma balsa. A seus pés se colocavam numerosas quantidades de ouro e esmeraldas.

Na balsa se sentavam também os principais chefes enfeitados com plumas, coroas, braceletes, objetos , brincos de ouro e cada um levava sua oferenda. Quando a balsa deixava a margem, começava a soar a música, com apitos, trombetas, flautas e cantos até que a balsa chegava ao centro do lago. Então se levantava uma bandeira, em sinal de silêncio. O cacique se jogava na água e atirava à lagoa suas oferendas. A balsa regressava para a orla e começavam a festa em honra ao novo herdeiro reconhecido como chefe e príncipe.

Mais informação: Página do Museu do Ouro em Bogotá

Contato

Proexport Colombia
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Colombia | Marca País Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica Proexport Colombia