Ir al contenido

Os cavalinhos de Ráquira, os sinos, as vasilhas e todas as cerâmicas deste povoado, são o reflexo do amor de centenas de mãos trabalhadoras.

Ayca Calistan

Turca

Encuesta

Você utiliza aplicativos para dispositivos móveis com informação sobre destino quando viaja para Colômbia ou outros países?

Resultados

Cerâmica de Ráquira: O barro feito artesanato

  • Onde se produz?: Ráquira, Boyacá.
  • Região: Andes.
  • Material: argila.
Campanas en cerámica de Ráquira /Fotografía: Mario Carvajal/

Sinos em cerâmica de Ráquira /Fotografia: Mario Carvajal/

Uma das atividades mais representativas da vida dos povos pré-Colombianos foi a olaria. Em panelas, jarras e vasilhas se guardava a água, o milho e o sal; fermentava-se a chicha e se preparavam os alimentos.

Desde estes tempos, as vasilhas de argila e barro adquiriram não somente um caráter útil na vida das sociedades que as elaboravam mas um verdadeiro valor mágico, já que a cerâmica era e é considerada a união dos quatro elementos do universo: água, ar, barro e fogo.

O município colombiano especializado em cerâmica artesanal é Ráquira, um povo do departamento de Boyacá.

O município Colombiano especializado em cerâmica artesanal é Ráquira, um povoado situado no departamento de Boyacá. Os conquistadores espanhóis chegaram a Ráquira, que em língua chibcha significava Cidade das panelas, no ano 1537 e vendo a diversidade de utensílios elaborados em cerâmica e uma extraordinária habilidade manual dos indígenas, deram-lhe o nome de Povo de oleiros.

Ráquira é, hoje em dia, um povoado onde em cada metro quadrado há uma oficina de cerâmica elaborada de forma tradicional por mãos experientes que dos barrotes de argila moldam panelas, vasos, marranitos e todo tipo de utensílios.

O material

Na produção de cerâmica de Ráquira se utilizam os seguintes tipos de argila: argila negra que contém percentagens consideráveis de carvão, argila branca, argila amarela e argila vermelha com óxido de ferro.

Alcancías en cerámica de Ráquira /Fotografía Mario Carvajal/

Cofre em cerâmica de Ráquira /Fotografia Mario Carvajal/

A extração das argilas é realizada pelos homens de forma periódica, normalmente duas vezes ao ano durante o verão que corresponde às temporadas compreendidas entre junho-agosto e dezembro-fevereiro, já que, na época de chuvas, as minas se enchem de água.

Outros materiais utilizados na elaboração da cerâmica são: a areia extraída dos rios e quebradas da região e o carvão mineral que vem das minas de Guachetá no departamento de Cundinamarca.

Três classes tradicionais de cerâmica de Ráquira

Louça de areia utilitária:
É um tipo de louça muito resistente pelo alto grau de areia em sua composição, o que obriga que o produto final melhore sua resistência ao fogo: panelas, tijelas, caçarolas, etc.
Louça de milho tostado:
Trata-se de brinquedos e miniaturas de louça, tão pequenos como grãos de milho que se referem à cerâmica cerimonial que se utilizava como oferenda para obter boa sorte e resultados no trabalho: pratos, xícaras, apitos em forma de galinha, etc.
Louça de dedo:
Utiliza-se para servir a comida às crianças e, por outro lado, louça que cumpre a função utilitária: cinzeiros, panelas, candelabros, licoreras, jarras, doceiras, etc, ou puramente estética: cavalinhos, presépios, figuras humanas, quadros de representações religiosas.

Mais de 500 famílias de Ráquira se dedicam à olaria e ao trabalho com argila e barro.

Hoje em dia, graças a uma enorme diversidade de artesanatos em cerâmica, mais de quinhentas famílias dedicadas à olaria e trabalho com argila e barro e também graças a uma reconhecida escola de artesanatos que educa aos futuros artesãos, Ráquira se converteu na capital artesanal da Colômbia.

Além das tradicionais cerâmicas de caráter folclórico, tais como figuras antropomorfas e zoomorfas, os imortais cavalinhos de Ráquira, presépios, bonecos, utensílios de cozinha, os artesãos cada dia propõem novos desenhos de seus produtos que vão de acordo às necessidades dos compradores: vasos de plantas, louças de chá e café, cerâmica decorativa, etc., porque a criatividade dos artesãos de Ráquira não tem fronteiras.

Se você gosta cerâmica de Ráquira, pode te interessar:

Contato

Proexport Colombia
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Colombia | Marca País Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica Proexport Colombia