Ir al contenido

 Colombia Portal oficial de turismo

Encuesta

Você utiliza aplicativos para dispositivos móveis com informação sobre destino quando viaja para Colômbia ou outros países?

Resultados
portadilla_que_hacer.jpg

Estás en:

Sevilla

Haga click sobre la imagen para ampliarla Antiga casa bananeira. Foto: Alberto Salcedo.

Antiga casa bananeira. Foto: Alberto Salcedo.

O sítio onde nos encontramos está localizada em Sevilla, município do Magdalena, a oitenta e sete quilômetros de Santa Marta. Dia 6 de dezembro de 1928 era a única construção de cimento que existia na cidade cercada da United Fruit Company. As outras moradias eram de madeira. Os chefes da organização se refugiaram nesta casa porque pareciam cada vez mais provável as ameaças incendiárias dos trabalhadores.

Enquanto o grupo maior da companhia permanecia protegido no amplo casarão principal, Urbano Real, o avô do personagem caricaturesco que está contando a história, era obrigado pelo Exército a acender as máquinas de carvão do transporte ferroviário, para sufocar à força a greve dos operários.

Neste ponto, Jorge esclarece que ainda que tenha nascido só em 1949 passou a vida ouvindo o relato dos maiores. Por isso pode afirmar que as janelas de cada vagão tinham sido feitas ninhos de submetralhadoras, de maneira que quando o trem avançava pela Zona Bananeira ia deixando vários mortos em ambos os lados da ferrovia.

Alberto Salcedo Ramos, “El olor del plátano”, La Palabra, Cali, 2007.

“(…) Meme só se deu conta da viagem através da antiga região encantada. Não viu as umbrosas e intermináveis plantações de banana em ambos lados das linhas. Não viu as casas brancas dos gringos, nem seus jardins ressecados pelo pó e o calor, nem as mulheres com shorts e camisetas de linhas azuis que jogavam baralhos nos pátios. Não viu as estradas de bois lotadas de cachos nos caminhos cheios de pó. Não viu as donzelas que pulavam como sábalos nos rios transparentes para deixar aos passageiros do trem a amargura de seus esplêndidos seios, nem as barracas mal pintadas e miseráveis dos trabalhadores onde revoavam as borboletas amarelas de Mauricio Babilonia (…).” Gabriel García Márquez, Cem anos de solidão, 1967.

Confira os textos completos de Sevilla na guia Las rutas de García Márquez, que pode ser adquirida na Livraria Nacional de Cartagena e Barranquilla e na livraria Ábaco de Cartagena.

Contato

PROCOLOMBIA
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica PROCOLOMBIA