Ir al contenido

 Colombia Portal oficial de turismo

O Tayrona: destino de natureza e aventura

Parque Natural Tayrona

Parque Natural Tayrona

Águas cristalinas de cores azuis e verdes, ecologia e biodiversidade únicas no mundo e uma possibilidade de alojamento que permite um contato direto com a natureza, são algumas das características que fazem do o destino ideal para os amantes da natureza e a aventura.

Esta formosa reserva natural escolhida por Publicações Lonely Planet como um dos 10 destinos a visitar em 2010, está localizada entre o Oceano Atlântico e a Serra Nevada de Santa Marta e é formado por 15.000 coloridos hectares dos quais 3.000 são de área marinha. É habitat de milhares de espécies coloridas que se distribuem em diferentes faixas térmicas que vão desde o nível do mar até alturas de 5.775 metros.

O parque oferece a seus visitantes baías, praias, mangais, corais e recifes que se complementam com uma paisagem de selva

Conta também com 108 espécies de mamíferos entre as que se sobressaem o gracioso aullador, o tigrillo, o macaco maicero, o veado e mais de 70 espécies de morcegos. Assim mesmo, o parque conta com umas 300 variedades de aves entre as que se encontram a águia branca e a águia solitária. Em seus oceanos vivem 110 espécies de corais, 471 de crustáceos e 700 espécies de moluscos, entre outros.

No centro do parque se encontram as ruínas arqueológicas de Pueblito, um lugar mágico que encerra os segredos dos antepassados da civilização Tayrona que ocuparam a região desde épocas pré-colombianas até a colonização.

 

Praias do Parque Tayrona

Praias do Parque Tayrona

Os Tayronas foram uma cultura ambientalista que realizou canalizações de água de montanha para levar esta fonte de vida de uma maneira organizada às suas moradias. Esta civilização desenhou suas cidades e maneiras de cultivo pensando sempre em proteger a natureza. Os visitantes do parque têm acesso às ruínas e podem dar fé de sua capacidade criadora.

Outro dos grandes atrativos do parque é o setor de Cañaveral e Recifes, de admirável beleza, onde se dispuseram os Ecohabs, um alojamento de luxo em cabanas construídos a imitação dos Kogui. São estilos de malokas ou desenhos circulares com estruturas de madeira e tetos de palha onde os turistas podem descansar, gozar de entardeceres únicos e dormir acompanhados pelo arrebentar das ondas contra a praia.

Os setores preferidos pelos turistas são Concha e Neguanje, duas praias coralinas onde se pode mergulhar, caminhar e desfrutar da natureza

O cabo de San Juan de Guia, a noventa minutos de caminhada desde a entrada do parque, é um palco de explosão e contradição onde a força do mar e a excitante selva tropical chocam entre si para criar um ambiente de luxo e esplendor. Um caminho de pedra pré-colombiana rodeado de espessa vegetação une a este singular lugar com Chairama, outro dos lugares atraentes do parque.

No lado Oeste deste lugar feliz se encontra a Quebrada Valencia, um rio que a caminho do seu esperado oceano passa por uma enorme parede de pedra formando quedas de água monumentais, espumas brancas e efervescentes que parecem organizar um espetáculo para o deleite de cada turista que chega até aí.

Como chegar

Pode-se ingressar por dois setores:

  • Por Zaíno, onde se entra a Cañaveral, está a 34 quilômetros de Santa Marta, pela rodovia principal do Caribe que se dirige a Riohacha.
  • Por Zalangana, onde se entra à zona de Neguange, a 10 quilômetros de Santa Marta, (17 km desde El Rodadero).

A entrada vale 7.000 pesos.

Onde alojar-se

Nos setores de Arrecife e Cañaveral há zonas de camping e estão disponíveis os ecohabs (choupanas com capacidade de 4 a 6 pessoas cujas características são similares às construções das moradias da antiga cultura Tayrona).

Se você gostou do Parque Tayrona, seguramente pode se interessar por:

Contato

PROCOLOMBIA
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica PROCOLOMBIA