Ir al contenido

Um bom lugar para onde escapar no Pacífico colombiano

Pacífico colombiano

Pacífico colombiano

Se em lugar de estar no meio de uma multidão de férias você prefere numa praia traquila; se em vez das luzes de neon você prefere um céu estrelado espetacular; se no lugar da cacofonia do trânsito você prefere o barulho das ondas; a costa do Pacífico colombiano pode ser o local perfeito para onde ir.

Os curtos voos de Medellín até os povoados costeiros de Baía Solano e Nuquí levarão você sobre milhas e mais milhas de uma densa selva tropical. É surpreendentemente fácil descobrir este paraíso intacto no estado de Chocó na Colômbia, uma das regiões mais remotas do país.

“El Almejal” e o espetacular “El Cantil”, um refúgio semelhante, localizado a trinta minutos de barco ao sul de Nuquí, são os lugares pioneiros do ecoturismo na Colômbia

Mais ou menos a meia hora de Baía Solano fica o povoado pesqueiro do Vale. O lugar onde há mais de trinta anos Elvira Vásquez se apaixonou pela tranqüilidade e pelo isolamento desta parte da Colômbia. Ela, natural de Medellín, estava procurando um lugar onde pudesse passar as férias e longos fins de semana com seus filhos. Buscava um lugar onde o tempo não se medisse pelo relógio, mas pelo subir e baixar das marés.

Quando lhe mostraram uma parte da praia chamada ‘El Almejal’, perto de uns coqueiros e ao pé da selva úmida, soube que aquele era o lugar que queria. Hoje em dia “Dona Elvira”, como é conhecida pelos habitantes, e seu filho César, têm mais ou menos uma dúzia de cômodas cabanas para alugar e não pensam em expandir mais. Cada cabana com sua rede na entrada, é o lugar mais indicado para o indispensável repouso depois do almoço.

Mais do que proporcionar um lugar para onde escapar, numa parte pouco conhecida da Colômbia, os simpáticos donos do “El Almejal” e do “El Cantil” querem estimular em seus hóspedes um apreço especial pelo médio ambiente, apoiando ao mesmo tempo um consciente desenvolvimento econômico na região.

En las playas del Pacífico se pueden apreciar decenas de cangrejos

En las playas del Pacífico se puede apreciar decenas de cangrejos

Então, o que devemos fazer quando estamos afastados de tudo, lá no Pacífico? De julho a outubro é pra ficar surpreendido com uma das maiores criaturas do planeta: as baleias jorobadas.

Todos os anos durante essa época, estes mamíferos de quarenta toneladas migram das águas polares da Argentina e do Chile até as mornas águas da Colômbia, com o fim de ter seus filhotes. Os dois lugares oferecem excursões diárias para ver as baleias, uma experiência verdadeiramente inesquecível.
A natureza é o maior atrativo de quem visitam o Pacífico colombiano

As baleias jorobadas são as estrelas do espetáculo, mas dividem o palco com vários outros coadjuvantes com os quais você pode se encontrar durante sua estadia. Lá no El Almejal, César dirige as caminhadas matutinas de observação de aves descritas por um visitante austríaco como “uma maravilhosa meditação na selva”. Você se surpreenderá com a diversidade de aves para ver e ouvir, a poucos metros da sua cabana. Se você procura um verdadeiro desafio físico, um caminho por trás do “El Cantil” o levará eventualmente à “montaña del sapo”. E se procurar com insistência em baixo das folhas você verá impressionantes sapos vermelhos e verdes.

Las ballenas jorobadas llegan al Pacífico colombiano a aparearse

Las ballenas jorobadas llegan al Pacífico colombiano a aparearse

Baleias, sapos, pássaros. O que falta? Ah, sim, as tartarugas filhotes. A pesca comercial de lagostas e a coleta de seus ovos transformaram as tartarugas Ridley do Pacífico numa espécie em perigo de extinção. Como parte de seu compromisso com o meio ambiente, “El Almejal” administra o único projeto privado de conservação de tartarugas na Colômbia, um esforço de todo o ano sustentado em parte por seu programa “Adote uma tartaruga”. Se você estiver com sorte, pode presenciar a libertação das corajosas tartarugas filhotes, dirigindo-se lentamente ao oceano. É interessante notar que as tartarugas têm um olfato agudo e as que são fêmeas saberão como regressar exatamente ao mesmo lugar para por seus ovos dentro de uns quinze anos.

Sem dúvida, a natureza é o maior atrativo de quem visita o Pacífico colombiano. Mas desde jogar partidas de futebol com os meninos na praia, até dar uma olhada às acaloradas partidas de dominó entre os mais velhos do povoado, o que ficará mais tempo na sua lembrança depois da viagem, será a incrível maneira acolhedora das pessoas que você vai conhecer.

As pessoas do lugar, na sua maioria de afro descendentes, sempre o cumprimentarão com um sorriso e algumas amáveis palavras. Os que não falam espanhol podem ser poucos, mas as pessoas são extremamente pacientes com aqueles que só conseguem dizer “cerveja, por favor”. Visitación, uma empregada que trabalhou vários anos no restaurante do “El Almejal”, confessa com um sorriso, que às vezes tem que usar linguagem de sinais para se comunicar com hóspedes estrangeiros.

Los habitantes del Pacífico colombiano se caracterizan por su amabilidad

Los habitantes del Pacífico colombiano se caracterizan por su amabilidad

O turismo inteligente está criando oportunidades para as pessoas da região. Na aldeia de Joví, por exemplo, não longe do “El Cantil”, os membros da comunidade organizam viagens de canoa pelas cristalinas águas do rio. O que se ganha desta versão colombiana de um passeio em gôndola veneziana, beneficiam aos residentes de Joví. Um grupo parecido leva turistas às águas térmicas do povoado de Termales por um baixo preço.

Não há melhor maneira de terminar o dia do que vendo o pôr-do-sol no Pacífico enquanto se toma um cerveja Poker, a única marca que se consegue no povoado. Depois de outro delicioso jantar com pargo vermelho ou atum e de bater-papo na sacada da entrada com colegas de viagem, já serão oito e meia, hora de ir pra cama. Enquanto você se colocar debaixo de seu mosquiteiro, tentará saber em que dia da semana está.

Na web:

  • El Almejal perto do “El Valle”, Chocó
  • El Cantil perto de Nuquí, Chocó
  • Informação sobre o Parque Nacional Utría
  • Linhas aéreas Satena oferece voos diários a Baía Solano e quatro voos semanais a Nuquí do Aeroporto Olaya Herrera de Medellín.

Outros artigos do Pacífico colombiano em www.colombia.travel:

Contato

Proexport Colombia
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Colombia | Marca País Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica Proexport Colombia