Ir al contenido

Cartagena literária: Hay Festival

Haga click sobre la imagen para ampliarla Catedral de Cartagena.

Catedral de Cartagena.

Cartagena se veste de luz e de letras a cada final de janeiro para vibrar com relatos maravilhosos, novelas emocionantes e poemas estremecedores que brotam das mãos de escritores inspirados na vida. A cidade amuralhada respira cultura e beleza e dá espaço para o Hay Festival, um dos maiores festivais literários da Colômbia.

De 28 a 31 de janeiro, os turistas estarão envolvidos em obras teatrais, exposições, oficinas e conferências. Além do mais, contarão com a companhia de mais de 80 convidados e desfrutarão do show de Manu Dibango, saxofonista camaronês, que traz uma fusão da música típica de seu país com ritmos como o jazz e o funk.

Hay Festival, maior encontro literário da Colômbia.

Durante 5 anos consecutivos o festival reuniu não só a escritores nacionais e internacionais mais reconhecidos do país mas também a gestores culturais, músicos e críticos de diversas partes do mundo.

Principais eventos do festival

Nessa ocasião, haverá cerca de cinquenta eventos que não só terão como palco a cidade antiga mas também abrirá espaços em Bogotá, a capital colombiana, e Riohacha, no departamento de La Guajira. Aqui estão alguns deles:

Cartagena

Haga click sobre la imagen para ampliarla Teatro Heredia em Cartagena.

Teatro Heredia em Cartagena.

  • Roberto Pombo, diretor do jornal El Tiempo entrevistará o cineasta espanhol Fernando Trueba, diretor do filme ganhador do Oscar “Belle Epoque”.
  • Andrew Roberts, especialista na Segunda Guerra Mundial e autor de “The Storm of War” (A tormenta da guerra), dará uma conferência sobre como Hitler perdeu a Guerra.
  • Luis García Montero, Darío Jaramillo e o ensaísta William Ospina sustentarão uma conversa com Ramón Cote no contexto do evento “Poesia e narrativa, fronteiras difusas”.
  • Na parte da poesia, sexta-feira, 29 de janeiro , participarão os autores Michael Ondaajte (“O paciente inglês”, Canadá), Luis García Montero (“E agora já és dono da Ponte de Brooklyn”, Espanha), Ramón Cote (“Poemas para uma fossa comum”, Colômbia), Hugo Chaparro Valderrama (“Para um fantasma longínquo”, Colômbia), William Ospina (“Aurelio Artura”, Colômbia), Darío Jaramillo (“Do olho à língua”, Colômbia), Zoé Valdez (“O mar desejado”, Cuba), Joumana Haddad (“A volta de Lilith”, Líbano) e Ibrahim Nasrallah (“O livro da morte e os mortos”, Palestina).
  • Premiação do 3er Concurso Nacional de Conto, do qual participaram centenas de estudantes colombianos.
  • Exposições: “Darwin Now” do British Council, “Daniel Mordzinski, Fotógrafo entre escritores” e “Nem com a pétala de uma rosa”, contra o maltrato a mulher.

O evento reúne grandes autores internacionais.

 

Nos eventos também se contará com a participação de cineastas como Fernando Trueba, Alejandro González Iñárritu, Sergio Cabrera e Peter Godwin; literatos como Ian McEwan, Alfredo Gómez Cerdá, Juan Gabriel Vásquez, Paolo Giordano, Óscar Collazos e Najat El Hachmi; músicos como Mara Carlyle e Manu Dibango; bem como historiadores e críticos.

Bogotá e Riohacha

Haga click sobre la imagen para ampliarla Chapéu vueltiao em caña flecha, usado por músicos vallenatos no Caribe colombiano.

Chapéu vueltiao em caña flecha, usado por músicos vallenatos no Caribe colombiano. Fot: Usuário de Flickr Andres Rueda.

Em Bogotá, capital do país, Ian McEwan, ganhador do Booker Prize com Amsterdam, discutirá sua obra com Peter Florence, diretor do Hay Festival. O grupo teatral Xirriquiteula também o oferecerá espetáculos para crianças com a obra “Girafas e Papirus”.

Por sua vez, em Riohacha, se celebrará o vallenato (rimo musical colombiano) como expressão literária além de contar com autores de literatura infantil como Jordi Sierra i Fabra e Yolanda Reyes. La Guajira e sua cultura também farão parte do evento através do trovador e compositor wiwa Nemesio Nieves e do contador e escritor wiwa Julián Daza, com a companhia dos poetas wayuu Livio Suárez e Sergio Cohen, este último também palabrero.

Receba aqui a programação completa do evento.

Nascimento do Hay Festival

Haga click sobre la imagen para ampliarla Cúpula da Catedral de Cartagena.

Cúpula da Catedral de Cartagena.

Em 1988, o galês Peter Florence criou o Hay Festival na cidade de Hay-on-Wile em Gales para reunir o melhor da literatura e propiciar um encontro entre leitores e autores. Com esse mesmo espírito chega o festival à América Latina e escolhe Cartagena como sede graças à gestão de Gabriel García Márquez e Carlos Fuentes.

Assim, desde 2006 se celebra na Colômbia esta festa das letras que se torna numa atração a mais para turistas, leitores, críticos, autores, músicos e artistas. No contexto da cidade amuralhada, a experiência deste festival de quatro dias se enche de momentos mágicos nos quais se respira cultura.

Contato

Proexport Colombia
Calle 28 A Nº 13A-15 Piso 36
E-mail: Correo electrónico info ARROBA colombia PUNTO travel

Colombia | Marca País Ministry of Commerce, Industry and Tourism Fondo de Promoción Turistica Proexport Colombia